Saúde Animal

Saude Animal

Saúde Animal

Chihuahua




caes_logo

chihuahua1São poucas as raças caninas autóctones do continente americano, mas entre elas há uma tão antiga como célebre: o chihuahua. Apesar das suas dimensões reduzidíssimas, o chihuahua. Possui uma natureza forte e caça em forma insuperável roedores pequenos.

Poucos cães de estatura pequena podem-se se comparar com o chihuahua. Classificado como cão de salão e de luxo, possui toda a graça travessa e a leveza do terrier. Como cão de guarda está sempre alerta; interessa-se muito pelo que sucede ao seu redor; quanto se conseguir ganhar a sua confiança, é fiel até a morte.

ju_chihuahua
dani_chihuahuaO Chihuahua é considerado a menor raça do mundo: não são raros os exemplares adultos que pesam menos de um quilo. Ele recebe o nome do maior estado da República Mexicana, onde supõe-se que viveu em estado selvagem tendo sido capturado e domesticado pelos indígenas durante a época da civilização “Tolteca”; figuras de um cão pigmeu chamado “Techichi”, que habitou em Tula, foram incluídas na decoração de sua arquitetura o qual era muito similar ao Chihuahua atual. Embora nativo do México, é criado com resultados ótimos também em regiões dos Estados Unidos e do Canadá de clima rigoroso.

chihuahua2PADRÃO DA RAÇA: Bruno Tausz

Padrão FCI nº 218 / 22.5.1995 / P.
Origem: México.
Nome de origem: Chihuahueño
a. Variedade pelo curto
b. Variedade pelo longo
Utilização: Cão de companhia.
Classificação FCI – grupo 9 – Cães de Companhia; – Seção 6 – Chihuahua; – Sem prova de trabalho.

ASPECTO GERAL – de corpo compacto, sendo de primordial importância fazer notar que sua cabeça tem formato de maçã e sua cauda moderadamente grossa, portada alta, arqueada ou em semicírculo, com a ponta direcionada para o lombo.

PROPORÇÕES- o comprimento é ligeiramente maior que a altura na cernelha, almeja-se um tronco quase quadrado, especialmente nos machos, permitindo-se um pouco mais longo nas fêmeas por a função reprodutiva.

TALHE – altura na cernelha: a altura não deve ser levada em consideração nesta raça, somente o peso.
– – comprimento: (padrão não comenta).
– peso: varia entre os 500 gramas e os 3 quilos
– preferindo-se os exemplares de 1 a 2 quilos.
– Os cães com mais de 3 kg são desqualificados.
– –
TEMPERAMENTO – esperto, alerta, inquieto e muito valente.
– –
PELE – lisa e elástica em toda a superfície corporal.
— –
chihuahua3PELAGEM – existem duas variedades nesta raça.
a) Variedade de Pêlo Curto: o pêlo é curto e assentado em todo o corpo, ligeiramente mais longo quando apresenta capa interna (subpêlo); se permite escassez na garganta e no abdome. É ligeiramente mais longo no pescoço e na cauda, corto na cara e as orelhas; é brilhante e sua textura suave. No se aceitam os exemplares sem pêlo.
b) Variedade de Pelo Longo: o pêlo deve ser fino e sedoso, liso ou ligeiramente ondulado; é desejada a capa interna (subpêlo) no muito denso. Apresenta pêlo muito longo em forma de pluma nas orelhas, pescoço, face posterior dos membros anteriores e posteriores, patas e cauda. No se aceitam os exemplares com pelo longo e esponjado como o Maltês.
– –
COR – Todas as cores são aceitas em todas suas tonalidades e combinações.
– –
CABEÇA –
– Crânio – bem arredondada, de maçã (característica especial desta raça), com ou sem pequena moleira.
– Stop – A depressão naso-frontal (stop) é bem marcada funda e ampla, conseqüência da frente abobadada sobre a inserção do focinho.
– Focinho – curto; visto de perfil mantém uma linha reta, sendo mais largo na raiz e afilando-se para a ponta.
– Trufa – moderadamente curta e ligeiramente respingada; qualquer cor é permitida.
– Lábios – modelados e ajustados. Bochechas pouco desenvolvidas e muito modeladas.
– Mordedura – com mordedura em tesoura ou torquês; o prognatismo superior ou inferior (retrognatismo) são seriamente penalizados, assim como qualquer deformação maxilar ou mandibular.
– Olhos – grandes e redondos, muito expressivos, nunca protuberantes, perfeitamente escuros. Os olhos claros são permitidos porém indesejáveis.
– Orelhas – grandes, eretas e sem pregas; largas na raiz, se reduzem gradualmente até terminar ligeiramente arredondadas na ponta. Estando em repouso formam um ângulo de 45° para os lados.
– –
PESCOÇO – Linha superior ligeiramente arqueada, de comprimento médio, mais grosso nos machos que nas fêmeas. Pele sem barbelas; a variedade de pêlo longo apresenta uma juba de pêlos mais longos altamente desejável.
– –
TRONCO – compacto e bem estruturado.
– Linha superior – reta.
– Cernelha – pouco marcada.
– Dorso – curto e firme.
– Peito – com tórax amplo e profundo; visto de frente de boa amplitude, sem excesso; visto de perfil desce até o cotovelo; nunca embarrilado.
– Costelas – bem arqueadas.
– Ventre – flácido é permitido porém não desejado.
– Lombo – fortemente musculado.
– Linha inferior – determinado por uma retração ventral (tuck up), a qual deverá ser bem delineada.
– Garupa – ampla e forte, nunca caída.
– –
chihuahuaMEMBROS
Anteriores – retos e de bom comprimento; vistos de frente apresentam-se alinhados com os cotovelos; vistos de perfil são bem aprumados.
– Ombros – bem modelados, moderadamente musculosos, com boa angulação na articulação escápuloumeral.
– Braços – (padrão não comenta).
– Cotovelos – trabalham firmes e ajustados rente ao tórax, permitindo liberdade de movimentos.
– Antebraços – (padrão não comenta).
– Carpos – (padrão não comenta).
– Metacarpos – ligeiramente inclinados, fortes e flexíveis.
– Patas – muito pequenas e ovaladas, com os dígitos separados porém não alongados (não são de lebre nem de gato); as unhas são particularmente curvas e moderadamente grossas, com as almofadas bem desenvolvidas e muito elásticas.
– –
Posteriores – bem musculados, de ossos grossos, bem aprumados e paralelos com boa angulação nas articulações coxofemorais, de joelho e de jarretes (tíbio-társica) de acordo com os membros anteriores.
Jarretes:
– Coxas – (padrão não comenta).
– Joelhos – bem angulado.
– Pernas – (padrão não comenta).
– Metatarsos – (padrão não comenta).
– Jarretes – curtos, com tendões bem desenvolvidos; vistos por trás são separados, retos e verticais.
– Patas – muito pequenas e ovaladas, com os dígitos separados porém não alongados (não são de lebre nem de gato); as unhas são particularmente curvas e moderadamente grossas, com as almofadas bem desenvolvidas e muito elásticas. Os ergôs devem ser removidos.
– –
Cauda – moderadamente larga, de inserção alta, larga na raiz reduzindo gradualmente para a ponta. O porte é uma traço característico da raça estando elevada, arqueada ou em semicírculo com a ponta direcionada para o lombo, proporcionando equilíbrio ao corpo. Revestida de pêlos em harmonia com o resto do corpo segundo a variedade. Na variedade Pelo Longo revestida com pêlo em forma de plumagem; em repouso é caída em suave gancho.
– –
Movimentação – apresenta um passo largo e flexível, firme e ativo, com bom alcance anterior e muita propulsão posterior. Visto de atrás, os jarretes devem manter-se quase paralelos entre si, colocando as patas dos membros posteriores nas pegadas dos anteriores. Os membros tendem a convergir em direção de uma linha central de gravidade, conforme aumenta a velocidade. Revelam grande elasticidade e liberdade, sem nenhum esforço, com a cabeça sempre alta e o dorso firme.
– –
Faltas – avaliadas conforme a gravidade.
– crânio estreito;
– olhos fundos, pequenos ou protuberantes;
– focinho largo;
– orelhas pontiagudas;
– pescoço curto;
– dorso selado ou arqueado (lordose ou xifose); corpo longo;
– membros curtos; cotovelos salientes; posteriores unidos;
– peito estreito; costelas planas;
– garupa caída;
– cauda mal inserida, torcida o curta;
– prognatismo superior o inferior (retrognatismo); falta de peças dentárias; boca deformada; dentadura dupla;
– luxação de rótula.
– –
Faltas graves – (padrão não comenta).
– –
DESQUALIFICAÇÕES – as gerais e mais:
– na variedade de Pêlo Longo, os exemplares que apresentam pelo muito longo, fino e escorrido (como Maltês).
– na variedade de pêlo curto, a ausência de pêlo (alopecia).
– exemplares com orelhas caídas ou curtas,
– ausência de cauda,
– peso maior a 3 kg,
– exemplares longilíneos ao extremo, os tipos veado..
– –
NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Lúcia Helena Salvetti De Cicco
Editora Chefe e Diretora de Conteúdo