Saúde Animal

Saude Animal

Saúde Animal

Cor na Pelagem dos Cães – A Marcação Branca nas Raças Unicolores




caes_logo

O branco é resultado da carência de melanina, patologia essa, chamada de despigmentação.

Os cães de raça com a pelagem branca, como o samoieda, maltês e outras, têm uma estrutura pigmentar diferente das raças, cuja pelagem não é, por definição, branca.

A evolução do processo de despigmentação, em qualquer raça que tenha pelagem de cor uniforme, (exceto as, originalmente, brancas), obedece às mesmas características:

 
boxr_b01 boxr_b02
1. o primeiro indício da presença de um gene para o fator despigmentação, surge no centro do antepeito, próximo do manúbrio do esterno, na forma de pequena mancha, que tende a aumentar a cada geração sucessiva. 2. com a evolução do processo, pequenas manchas despontam, também, nas extremidades: ponta da cauda que, no bóxer, não se vê, e dos dígitos, também aumentando a cada geração.
boxr_b03 boxr_b04
3. depois, o branco aparece no focinho, subindo por uma linha entre os olhos. As pequenas manchas do peito e das patas aumentam. 4. aumentam ainda mais as manchas do antepeito, extremidades e focinho, formando as “luvas” e a “marcação” no antepeito.
boxr_b05 boxr_b06
5. formação de máscara branca. A mancha do focinho aumenta invadindo a máscara preta e a do antepeito atinge a garganta.  6. a evolução da “marcação” no antepeito, com o alastramento, sobe pelo pescoço até atingir a nuca, juntando-se com a mancha do outro lado do pescoço
boxr_b07 boxr_b08
7. descida da “marcação” do antepeito pelo peito, para trás, no sentido do esterno, invadindo o ventre e as coxas pelas faces internas. 8. as manchas das patas sobem, até se juntarem à mancha do antepeito.
boxr_b09 boxr_b10
9. manchas desordenadas por toda a pelagem. 10. albino (totalmente branco).
Lúcia Helena Salvetti De Cicco
Diretora de Conteúdo e Editora Chefe