Saúde Animal

Saude Animal

Saúde Animal

Deerhound




caes_logo

deerhound2O deerhound é um cão inteligente, de índole afável, mais tímido que agressivo, obediente, tranqüilo, quase indolente; esta indolência, entretanto,desaparece de repente, principalmente nas horas frescas do dia, em exteriorizações eufóricas de grande energia, manifestando-se em galopes descontrolados e grandes saltos. Outra particularidade da raça é o seu extraordinário senso comum e a capacidade de manter-se sereno diante de qualquer emergência.

De excelente caráter, afeiçoa-se a toda a família; não é pendenceador com os demais cães nem mordedor. Como cão de guarda não possui dotes particulares; é fundamentalmente, cão de carreira e de caça à vista, e um companheiro excelente, recomendável, sem dúvida, para os que vivem no campo. Não se afasta por sua conta da propriedade, mas lançado atrás de uma lebre na falta de algo melhor -, é realmente espetacular, com o seu galope “ventre no solo”, disparado como uma flecha.

deerhoundPADRÃO DA RAÇA: Bruno Tausz

Padrão FCI nº 164 – 17 de junho de 1998;
Origem: Grã-Bretanha;
Nome de origem: Deerhound;
Utilização: Cão de corrida, ca- grupo 10 – Lebréis;
– Seção 2 – Lebréis de Pêlo Duro.
– Sem prova de trabalho. ça e companhia.
Classificação FCI

ASPECTO GERAL – semelhante a um greyhound de pelagem áspera de porte grande e ossatura robusta.
– –
PROPORÇÕES – (padrão não comenta).
– –
TALHE – altura na cernelha: machos mínimo, 76 cm. e fêmeas mínimo, 71 cm.
– – comprimento: (padrão não comenta).
– peso: machos em torno de 45.5 kg.
fêmeas em torno de 36.5 kg.
– –
TEMPERAMENTO – sua construção sugere a singular combinação de velocidade, potência e resistência necessária para desempenhar suas funções mas, um comportamento geral de elegante dignidade. Gentil e amistoso. Obediente e fácil de treinar em virtude de sua necessidade de agradar. Dócil e de bom temperamento, jamais desconfiado, agressivo ou nervoso. Sua conduta é de tranqüila dignidade.
– –
PELE – (padrão não comenta).
— –
PELAGEM – áspera, dura, mas sem ser peludo. Pelagem lanosa inaceitável. A pelagem correta é dura, assentada, rústica; áspera e encrespada ao toque. A pelagem do tronco, pescoço e membros áspera e de arame em torno de 7 cm a 10 cm de comprimento; a da cabeça, peito e ventre bem mais macia. Uma leve franja na face posterior dos membros.
– –
COR – cinza escuro azulado, cinzas mais escuros ou tigrados e castanho, areia avermelhado ou ruivo baio com pontos pretos. O peito branco, patas brancas e uma leve mancha branca na ponta do esterno é permissível, mas quanto menos branco mais valorizado, até a completa ausência do branco. Uma estria branca na cabeça ou colar branco é inaceitável.
– –
CABEÇA – longa, crânio mais para chato que para arqueado, sem stop.
– Crânio – mais para chato que para arqueado, muito leve protuberância acima dos olhos, mais largo entre as orelhas, afinando suavemente para os olhos. Revestido com pêlos moderadamente longos, mais macios que o restante da pelagem.
– Stop – inexistente.
– Focinho – afinando mais acentuadamente para a trufa, lábios de nível. Em cães de pelagem mais clara prefere-se o focinho preto.
– Trufa – preta. Cana nasal levemente romana.
– Lábios – de nível. Fartos bigodes de pêlos preferencialmente sedosos e alguma barba.
– Mordedura – maxilares robustos com uma mordedura em tesoura perfeita, regular e completa, isto é os dentes superiores estreitamente ajustados, ultrapassando os dentes inferiores e nascidos ortogonalmente aos maxilares.
– Olhos – pretos. Geralmente marrom escuros ou castanhos. Olhos claros indesejáveis. Moderadamente cheios com olhar suave em repouso, mas arisco e longínquo quando excitado. Rimas palpebrais pretas.
– Orelhas – inserção alta e, em repouso dobradas para trás. Excitado levantando acima da linha do crânio sem perder a dobra e, em alguns casos semi-eretas. As orelhas grossas e pesadamente caídas contra as faces ou as orelhas eretas são indesejáveis. As orelhas macias, brilhantes e com pelagem de rato ao toque; quanto menores melhor, sem franjas. De cor preta ou escura.
– –
PESCOÇO – muito robustos com bom alcance, por vezes apresentando uma juba. A nuca bem pronunciada na inserção com a cabeça, sem barbelas.
– –
TRONCO – a conformação geral é a de um greyhound de grande porte e ossatura robusta.
– Linha superior – reta é indesejável.
– Cernelha – (padrão não comenta).
– Dorso – (padrão não comenta).
– Peito – Antepeito de boa largura e amplitude é desejável. Peito mais para profundo que para largo, não muito estreito.
– Costelas – achatadas.
– Ventre – (padrão não comenta).
– Lombo – bem arqueado e inclinado para a cauda.
– Garupa – caída, larga e robusta.
– –
MEMBROS
Anteriores – retos, de ossatura espessa e achatadas.
– Ombros – escápulas bem anguladas, cernelha não muito separada. Ombros carregados e verticais são indesejáveis.
– Braços – (padrão não comenta).
– Cotovelos – (padrão não comenta).
– Antebraços – (padrão não comenta).
– Carpos – (padrão não comenta).
– Metacarpos – (padrão não comenta).
– Patas – compactas e bem compactas. Unhas fortes.
– –
Posteriores – membros bem longos da garupa para os jarretes. Ossatura robusta e de seção oval.
Garupa larga inclinados, larga e robusta,
– Coxas – larga.
– Joelhos – bem angulados.
– Pernas – (padrão não comenta).
– Metatarsos – (padrão não comenta).
– Jarretes – (padrão não comenta).
– Patas – compactas e bem compactas. Unhas fortes.
– –
Cauda – longa, grossa na raiz e afinando, alcançando quase até o solo. Em repouso pendente reta ou ligeiramente curva. Curva em movimento, jamais levantada acima da linha superior. Bem revestida de pêlos, na face dorsal com pêlos duros e de arame, na face ventral mais longa e, em direção a ponta da cauda uma ligeira franja não é recusável. A cauda enrolada ou em anel é indesejável.
– –
Movimentação – fluente, ativa e verdadeira, com uma longa passada.
– –
Faltas – avaliadas conforme a gravidade.
– –
Faltas graves – (padrão não comenta).
– –
DESQUALIFICAÇÕES – as gerais.
– –
NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Lúcia Helena Salvetti De Cicco
Diretora de Conteúdo e Editora Chefe