Saúde Animal

Saude Animal

Saúde Animal

Papagaios – Saiba mais sobre eles – Domesticação

“Você é responsável pela saúde e bem-estar da sua ave. Trate-a com carinho e responsabilidade.”

papgaio_domesticacaoÉ fundamental no treinamento ter paciência, ser persistente, conhecer o temperamento do papagaio e nunca usar técnicas violentas. As etapas do treinamento acontecem gradativamente, sendo necessário vários dias ou semanas para se atingir a meta.

Para que seu papagaio amanse e seja possível tê-lo em suas mãos ou ombros, será necessário treinamento correto e muita paciência. Conhecer a ave que se tem é muito importante. Quando se cria um papagaio desde filhote, ele crescerá acostumado às pessoas. Porém se você ganhou uma ave adulta, precisará ganhar sua confiança e domesticá-la. A primeira coisa a fazer é observar seu comportamento atentamente durante dias. Filhotes se adaptam mais facilmente às pessoas. O papagaio vive muitos anos, tanto quanto um homem, e pode ter sofrido maus tratos durante sua vida, tornando-se agressivo. O fato de estar amedrontado também pode torná-lo defensivo.

A primeira dica é ser paciente. Não se deve querer ter o papagaio na mão já no primeiro dia ou na primeira semana. É preciso que ele primeiro se acostume ao novo lar e com as pessoas. Depois será necessário ganhar sua confiança e para isso é fundamental que você tenha tempo disponível para a ave, todos os dias. Lembre-se que são aves inteligentes. Inicialmente aproxime-se apenas da gaiola ou do poleiro-T e converse com ela, dizendo palavras de forma carinhosa. A entonação da voz e a forma gentil que você o trata será percebida. Se você sentir que está próximo demais e ela está nervosa, recue alguns passos. Aos poucos, você estará ao lado do seu papagaio sem que isso o aborreça. Ao aproximar-se, forneça alimentos que ele goste. Quando a ave estiver confiante e adaptada a você, ofereça alimentos gostosos e faça com que ela venha buscar na sua mão. Após ganhar a confiança da ave – isso pode levar semanas ou meses – você passará para as etapa seguinte que é manter contato físico.
Inicialmente faça com que a ave suba num poleiro (cabo de vassoura). Não faça gestos bruscos que a faça sentir ameaçada. Quando você aproximar o poleiro ao peito da ave, ela tenderá a agarrá-lo, subindo no poleiro. Daí é só repetir o procedimento algumas vezes. Passeie com ele pela casa para que se acostume e mantenha o equilíbrio. Ótimo, agora o papagaio fica num poleiro na sua mão.

A etapa seguinte é aproximar sua mão lentamente (porém, sem demonstrar medo) para acariciá-lo na cabeça. Aproxime a mão lateralmente de forma que o papagaio veja o que você está fazendo. Repita esse procedimento até você se sentir confortável e conseguir acariciá-lo. Quando o papagaio permitir o contato e estiver confiante em você, não será difícil colocá-lo no seu braço. Nesse estágio, deve-se ter cuidado para o risco de bicadas, que são doloridas. Já vi casos de pessoas que arremessaram seus papagaios contra a parede ou contra o chão ao serem bicadas. Ao tentar colocar o papagaio na mão, deve-se ter em mente, que se ele bicar, não devemos reagir violentamente, pois isso prejudicaria todo o treinamento, criando ainda mais medo na ave ou pior ainda, seu amigo empenado acabaria numa clínica veterinária.

Finalmente, você conseguiu que seu papagaio subisse na sua mão e ficasse feliz com você. Parabéns! Você teve sucesso na domesticação. O papagaio pode ser colocado no ombro, se você preferir, mas fique atento, pois pode acontecer dele se irritar com algo ou com alguém e dar uma bicada dolorida na orelha do dono. É importante conhecer os sinais de agressividade em um papagaio (ver agressividade).

{Index} -{Taxonomia e morfologia} – {Espécies mais comuns em cativeiro } – {Psitacídeos ameaçados de extinção } – {Identificação do sexo e idade} – {Vocalização } – { Hábitos } – {Alimentação na natureza} – {Alimentação em cativeiro } – {Viveiros e gaiolas } – {Comedouros e bebedouros} – {Brinquedos e divertimento} – {Atenção do dono} – {Banhos} – {Sono } – {Corte das penas } – {Aparação das unhas – Aparação do bico } – {Higiene e saúde} – {Zoonoses } – {Problemas comportamentais} – {Desordens nutricionais} – {Problemas veterinários } – {Intoxicações} – {Sintomas de doenças} – {Domesticação} – {Reprodução} – {Como adquirir um papagaio} – {Legislação e ética}

Dr. Zalmir Silvino Cubas
Médico Veterinário - Foz do Iguaçu