Entre para a família Saúde.



Entre e faça uma homenagem ao seu amigo.




ALCON

Google
 

Aquário de Água Doce - Curso Completo

Equilíbrio Biológico

 Autores e Ministrantes:
Hamilton J. Borges Júnior
Renato Augusto Bueno de Oliveira
PH7 Aquarium - Campinas -SP

Entende-se por equilíbrio biológico a harmonia entre os peixes, as plantas e os microrganismos, gerando um ecossistema ou microcosmo. Para que isso ocorra, se faz necessário a união de alguns recursos e estímulos específicos. Que são:
  • Oxigenação;
  • Temperatura;
  • Iluminação;
  • Alimentação;
  • Filtragem e Solo;
  • Flora aquática (vegetação);
  • Fauna aquática (animais).

    Se houver qualquer fenômeno que perturbe essa harmonia, o aquário entrará em estado de degradação em relação ao sistema.

    OXIGENAÇÃO

     

     Ela pode ocorrer de duas maneiras: natural ou forçada.


    A natural consiste em trabalhar sem nenhuma ajuda de equipamento externo. Uma das formas é a de trocas gasosas de superfície onde encontramos uma película separadora dos dois meios (ar/água) na qual é efetuada a absorção do oxigênio do ar para o interior da água, e a liberação para o meio de todos os tipos de gases produzidos. Outro tipo de oxigenação natural é feita através das plantas aquáticas pelo processo da fotossíntese.

    A oxigenação forçada é elaborada por qualquer sistema que forneça ar para o interior do aquário, especialmente com turbulências na superfície, provocando uma troca gasosa forçada. Ou com borbulhadores para que a água possa absorver o oxigênio encontrado nas bolha de ar.

TEMPERATURA
O peixe é um animal pelicotérmico, isto é, adquire a temperatura do meio onde vive. Não possui sangue quente como os mamíferos, por isso o mecanismo biológico está condicionado a temperatura ambiente.
Para animais aquáticos tropicais a temperatura mais adequada é entre 25 e 28ºC. Nesse intervalo de temperatura a sua fisiologia (crescer, alimentar e procriar) é melhor estimulada, e certos parasitas dificilmente atacarão os peixes.
Levamos em conta que o metabolismo simplesmente dobra a cada aumento em 10ªC. Os animais que vivem no aquário com temperatura fria (15ºC) ficam incapazes quase que totalmente de suas funções fisiológicas, e com temperaturas altas, entre 28 a 32ºC, ocorre um aumento do metabolismo onde os animais passarão a comer, crescer e reproduzir com maior freqüência. Cuidados com as altas temperaturas (36ºC), que podem causar problemas com relação ao oxigênio, podendo levar o animal a morte.
Podemos afirmar mais uma vez, que o aquário deve ser uma imitação de seu ecossistema, cabendo a cada pessoa, um trabalho de investigação.
Para sabermos a temperatura em nossos aquários, usamos um termômetro que pode ser interno, feito com mercúrio, ou um termômetro digital, que são de plásticos colados ao vidro na parte externa.
Para regularizar a temperatura, usamos um termostato (aquecedor) para aumentar a temperatura e um chiller (refrigeradores) para baixar as temperatura.
 

 

 


CONDIÇÕES DE USO DE IMAGENS E TEXTOS


Copyright®1997/2014 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança.



Anuncio160x240


Saúde Vida On line