menu_zoo Outros Vermes Répteis Protozoários Primatas Poriferos Peixes Moluscos Miriápodes mamífeors Insetos Felinos Fauna Brasil Equinodermos Crustáceos Celenterados Aves Aracnídeos Anfíbios Ameaçados Acrânios


ALCON

Google
 

Leão

 REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO

As fêmeas estão sempre receptivas aos machos várias vezes durante o ano, com exceção dos períodos de gestação e aleitamento.O acasalamento pode se repetir umas 50 vezes durante 24 horas, tanto de dia como de noite. Já foi observado no zoológico britânico Brian Bertram, uma fêmea acasalar de 15 em 15 minutos.

A gestação tem uma duração de 100 a 119 dias após o acasalamento e, a ninhada geralmente é composta de duas a 4 crias. Antes do parto a mãe escolhe cuidadosamente o local apropriado que, normalmente se esconde numa cavidade rochosa, na mata densa e, de preferência próximo de um bebedouro ou rio assim, ela poderá caçar sem se afastar muito tempo da cria.

Durante as primeiras semanas, a leoa mantém-se sempre em estado de alerta e defende muito bem a sua prole. Por prudência ela muda sua cria de lugar a cada 3-4 dias, transportando a cria uma a uma, com cuidado, entre os dentes.

Muitas vezes uma leoa amamenta um filhote que não é seu. Essa característica, própria da espécie, garante que crias órfãs sejam facilmente adotadas por outras fêmeas do grupo. Os machos são muitos tolerantes com as crias e, por vezes, quando a mãe vai caçar, ficam com os filhotes, mas sem se ocupar deles de forma particular.

 

Quando completam 3 meses e meio os filhotes acompanham as fêmeas durante as caçadas.

Embora permaneçam distantes, junto dos machos ou das leoas velhas ou doentes, aprendem as técnicas de caça observando as leoas em ação. Com 1 ano, estão prontos para matar uma presa e com 2 anos já fazem suas caçadas sozinhos.

Lúcia Helena Salvetti De Cicco

Diretora de Conteúdo e Editora Chefe

BIBLIOGRAFIA:

    Enciclopédia Os Animais

    Editora Bloch - 1872 - Rio de janeiro

    Mil Bichos

    Editora Abril - 1975 - São Paulo

    Vida Selvagem

    Nova Cultural - 1981- São Paulo

    Vida Selvagem - Animais da Savana

    Larousse -Altaya - 1997

 

CONDIÇÕES DE USO DE IMAGENS E TEXTOS


Copyright®1997/2011 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança




Sa�de Vida On line


Entre para a família Saúde Animal e personalize sua navegação.