menu_zoo Outros Vermes Répteis Protozoários Primatas Poriferos Peixes Moluscos Miriápodes mamífeors Insetos Felinos Fauna Brasil Equinodermos Crustáceos Celenterados Aves Aracnídeos Anfíbios Ameaçados Acrânios


ALCON

Google
 

Leão

VIDA SOCIAL

Os leões são os únicos felinos que formam um grupo social. Os leões que vivem solitário, cerca de 15%, são quase todos velhos, feridos ou doentes.

Ao contrário de outras sociedades animais com hierarquias muito definidas, os leões e as leoas pertencentes a um mesmo grupo gozam dos mesmos direitos e asseguram a sua sobrevivência por fortes vínculos. As leoas vivem a maior parte da sua existência em perfeita harmonia com os seus companheiros. O predomínio dos machos, mais fortes, sobre as fêmeas, apenas se manifesta no momento da divisão das presas.

Os grupos se unem por vários anos. As mães e filhas passam, muitas vezes, toda vida juntas e num mesmo grupo. Já os machos não são membros permanentes dos grupos. Os jovens machos e, as vezes algumas fêmeas, quando atingem os 3 ou 4 anos de idade, são expulsos do grupo se não o abandonarem por livre vontade. A partir daí esses leões iniciam sua vida nômade e, essa migração contribui para manter o equilíbrio numérico do grupo em relação à quantidade disponível de presas.

Os jovens machos vão em busca de um novo grupo e, quando notam a fraqueza ou a velhice por parte dos machos, lutam para tomar-lhes o lugar. Quando ocorre essa substituição (que em média ocorre a cada dois ou três anos) o novo macho do grupo mata todos os filhotes do seu rival. As fêmeas não tem o que fazer e, logo após a morte de suas crias, entra novamente no cio e se deixa cobrir pelo macho dominador.

Os grupos, normalmente, se formam com 4 a 12 fêmeas aparentadas e uma dúzia de filhotes com idades cariadas e, por um grupo de 1 a 6 machos adultos do mesmo nível social, geralmente aparentados mas, sem crias dessas fêmeas.

Os machos defendem o território com uma vigilância permanente e, marcam esta área com os seus rugidos e com jatos de urina e, juntos, expulsam qualquer leão adulto que seja estranho ao grupo. As fêmeas caçam 80 a 90% das presas e divide com o grupo e com os machos que, por seu peso e juba são menos eficientes e participam pouco da caça. A divisão da presa obedece a lei do mais forte, o que explica por que razão os machos, em geral são os primeiros a comer.

A chefe do grupo é sempre a favorita do macho "rei", e mãe da maior parte dos outros membros do grupo. É ela que comanda a caça e, de certo modo, fornece comida para toda a família.

 

 

CONDIÇÕES DE USO DE IMAGENS E TEXTOS


Copyright®1997/2014 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança




Sa�de Vida On line


Entre para a família Saúde Animal e personalize sua navegação.