linha


linha


Entre para a família Saúde Animal.

linha

Entre e faça uma homenagem ao seu amigo.


CONDIÇÕES DE USO DE NOSSAS IMAGENS E TEXTOS

ALCON

Google
 

NORWICH TERRIER


Em 1870, um criador de Cambridge obteve um pequeno terrier vermelho, muito vivaz, ao qual chamou de norwich. Também um tal Hopkins criou um terrier parecido, mas com pelagem preta e vermelho, ou cinzenta e vermelha, ao qual chamou trumpington terrier. As duas raças, mais tarde foram unidas numa só: o norwich

Apesar de sua antiguidade, a raça só foi reconhecida pelo The Kennel Club em 1932, como o nome de Norwich Terrier.

Em 1964 o Kennel Clube Inglês reconheceu os dois como raças diferentes. A variedade de orelhas eretas continuou sendo chamada de Norwich, a de orelhas caídas passou a ser chamada de Norfolk e ambas as raças se desenvolveram com grande sucesso após a separação.

É uma das menores raças do grupo e como todo terrier, é energético e exímio caçador. Na convivência com a família o norwich têm uma personalidade encantadora e são leais ao seu dono. São cautelosos com estranhos, mas aceitam bem todos a quem são apresentados.

São excelentes cão de alarme e se adaptam facilmente à vida dentro de casa, desde que ele tenha espaço e exercícios para gastar a energia. Na classificação de inteligência o norwich se encontra em 56º posição entre as 133 raças pesquisadas por Stanley Coren, em seu livro "A inteligência dos Cães".

É uma raça de pêlo duro e não enfrentam muda na mudança de estação. Mesmo assim, precisa de cuidados para que seu pelo se mantenha saudável e bonito. Como sua pelagem repele a maioria dos pós, o norwich não necessita tosa e escovação frequente, algo que o diferencia dos outros terriers.

 

PADRÃO DA RAÇA - Bruno Tausz
Padrão FCI nº 072.
Origem: Grã-Bretanha;
Nome de origem: Norwich Terrier;
Utilização: caça.

Classificação FCI -- grupo 3 - Terrieres;
Seção
2. - de Pequeno Porte; 

ASPECTO GERAL - de um cão pequeno, patas curtas, fogoso, rechonchudo e sólido; substancioso e boa ossatura. As cicatrizes de honra, inevitáveis nos terriers não devem ser injustamente penalizadas. O Norwich é um dos menores terrieres. De índole amável e não é brigão, extremamente ativo e de constituição rústica.

TALHE - altura na cernelha: de 25 à 26 cm.
- - comprimento: (padrão não comenta).
- peso: (padrão não comenta).
- -
TEMPERAMENTO - alegre e intrépido.
- -
PELE - (padrão não comenta).
- -
PELAGEM - formada por pêlos duros, de arame, e retos, assentados; subpêlo é denso. É mais longo e arrepiado no pescoço, formando uma juba que emoldura a face. Na cabeça e orelhas é curto e liso, com excessão dos ligeiros bigodes e sobrancelhas.
- -
COR - todos os tons de ruivo, trigueiro, preto e castanho ou grisalho. Marcas brancas são pouco aceitáveis mas admitidas.
- -
CABEÇA - o comprimento do focinho é menor que um terço do comprimento do crânio, do occipital ao stop.
  Crânio - longo e ligeiramente arredondado, boa largura entre as orelhas.
  Stop - bem marcado.
  Focinho - forte e cuneiforme.
  Trufa - (padrão não comenta).
  Lábios - bem fechados.
  Mordedura - bem estruturados e fortes. Dentes fortes e muito grandes; mordedura em tesoura perfeita e regular, isto é, os incisivos superiores recobrem os inferiores em contato justo e são engastados ortogonalmente aos maxilares.
  Olhos - pequenos, de formato oval, escuros, muito expressivos, brilhantes e vivos.
  Orelhas - eretas, bem separadas, inserção no topo do crânio. De tamanho médio e pontudas na extremidade. São portadas perfeitamente retas, em atenção. Podem deitar para trás no caso contrário.
- -
PESCOÇO - forte, de bom comprimento em relação ao equilíbrio geral, harmoniosamente inseridos nos ombros bem oblíquos.
- -
TRONCO - compacto.
  Linha superior - horizontal.
  Cernelha - (padrão não comenta).
  Dorso - curto, peito bem profundo.
  Peito - longo.
  Costelas - bem arqueadas.
  Ventre - (padrão não comenta).
  Lombo - curto .
  Garupa - (padrão não comenta).
- -
MEMBROS
Anteriores - membros curtos, poderosos e retos; em movimento, trabalham corretamente direcionados para frente
  Ombros - (padrão não comenta).
  Braços - (padrão não comenta).
  Cotovelos - trabalham rente ao tórax.
  Antebraços - (padrão não comenta).
  Carpos - (padrão não comenta).
  Metacarpos - firmes e aprumados.
  Patas - redondas. Coxins grossos, pé de gato. Em stay firmes como em movimento e corretamente direcionadas para a frente.
- -
Posteriores - longos, fortes e musculados;
  Coxas - (padrão não comenta).
  Joelhos - bem angulados.
  Pernas - (padrão não comenta).
  Metatarsos - (padrão não comenta).
  Jarretes - curtos e grande poder propulsivo.
  Patas - redondas. Coxins grossos, pé de gato. Em stay firmes como em movimento e corretamente direcionadas para a frente.
- -
Cauda - não há obrigatoriedade em operar a cauda
a) cortada medianamente curta, inserida no nível da linha superiror e portada empinada.
b) de comprimento moderado para o equilíbrio geral; espessa na raiz adelgaçando para a ponta; portada tão reta quanto possível, portada acima da horizontal sem ser empinada em excesso
.
- -
Movimentação - membros anteriores movimentam-se corretamente direcionados para a frente; os posteriores seguem a trilha dos anteriores; os jarretes são paralelos; angulação permite mostrar as almofadas plantares.
- -
Faltas - avaliadas conforme a gravidade.
- -
DESQUALIFICAÇÕES - as gerais.
- -
NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Lucia Helena Salvetti De Cicco
Diretora de Conteúdo e Editora Chefe

Versão para imprimir


 



Copyright®1997/2014 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutiliza��o, distribui��o, reprodu��o ou publica��o deste conte�do � expressamente proibida, estando sujeito o infrator �s san��es legais cab�veis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança



Anuncio160x240


Sa�de Vida On line