Entre para a família Saúde.



Entre e faça uma homenagem ao seu amigo.




ALCON

Google
 

Papagaios
Saiba mais sobre eles

"Você é responsável pela saúde e bem-estar da sua ave. Trate-a com carinho e responsabilidade."

Viveiros e Gaiolas

O tamanho do viveiro depende de como se pretende manter seu papagaio em cativeiro. Se a ave for confinada, o viveiro deverá ser grande o suficiente para permitir o vôo e uma vida confortável. As dimensões podem variar, sendo o mínimo algo em torno de 1,6 m de largura x 2,5 m de altura x 3 m de comprimento. Gaiolas suspensas podem ser menores: no mínimo 80 cm de largura, 80 cm de altura e 1,80 m de comprimento. Os viveiros e gaiolas suspensas devem ter uma área coberta contra chuva e sol e para a proteção da caixa-ninho. Se a ave é mantida solta em jardins ou em casa e é presa somente à noite, a gaiola pode ser pequena, como as que são vendidas em pet shop. Porém, a gaiola deve ser grande o suficiente para permitir ao papagaio abrir a asa e movimentar-se com facilidade. A tela usada na confecção das gaiolas não deve estar contaminada com material tóxico como zinco ou chumbo. Se a tela for pintada, deve ser usada tinta que não tenha esses metais pesados em sua composição.

Não mantenha aves amarradas ou presas por corrente. Este é um procedimento desumano e que pode trazer danos à saúde da ave. Não mantenha papagaios permanentemente fechados em gaiolas, pois são aves inteligentes e precisam de espaço e atividade. A gaiola é indicada apenas para o período noturno ou para poucas horas de confinamento.

Pode-se manter papagaios em poleiros tipo T. Esse poleiro é onde a ave permanece solta e em descanso, podendo observar e interagir com as pessoas à sua volta. O poleiro em forma de T pode ser confeccionado pelo próprio proprietário, compreendendo uma estrutura de suporte e um poleiro.

Os poleiros das gaiolas e dos viveiros devem ser de madeira, cilíndricos e de espessura que permita à ave se agarrar firmemente. Recomenda-se galhos de árvores de diâmetro adequado às patas da ave, pois permite à ave exercitar-se com poleiro de diferentes diâmetros. Evite poleiros finos ou grossos, que podem causar problemas às patas e articulações. Poleiros ásperos, com espinhos ou de árvores tóxicas devem ser evitados.

Aves mantidas em casais devem ter acesso a um ninho tipo caixa. Internamente é utilizado cepilho de madeira não tóxica como substrato para os ovos e filhotes.

{Index} -{Taxonomia e morfologia} - {Espécies mais comuns em cativeiro } - {Psitacídeos ameaçados de extinção } - {Identificação do sexo e idade} - {Vocalização } - {- Hábitos } - {Alimentação na natureza} - {Alimentação em cativeiro } - {Viveiros e gaiolas } - {Comedouros e bebedouros} - {Brinquedos e divertimento} - {Atenção do dono} - {Banhos} - {Sono } - {Corte das penas } - {Aparação das unhas - Aparação do bico } - {Higiene e saúde} - {Zoonoses } - {Problemas comportamentais} - {Desordens nutricionais} - {Problemas veterinários } - {Intoxicações} - {Sintomas de doenças} - {Domesticação} - {Reprodução} - {Como adquirir um papagaio} - {Legislação e ética}

Dr. Zalmir Silvino Cubas
Médico Veterinário - Foz do Iguaçu

Versão para imprimir


CONDIÇÕES DE USO DE IMAGENS E TEXTOS


Copyright®1997/2014 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança.



Anuncio160x240


Saúde Vida On line