linha


linha


Entre para a família Saúde Animal.

linha

Entre e faça uma homenagem ao seu amigo.


CONDIÇÕES DE USO DE NOSSAS IMAGENS E TEXTOS

ALCON

Google
 

SPITZ ALEMÃO ou LULU DA POMERÂNIA


O spitz alemão remonta da idade da pedra, a origem vem doTurfspitz (canis familiaris palustris) são as mais antigas raças de cães da Europa Central. Muitas outras raças foram reproduzidas a partir delas. Nos países de língua não germânicas os wolfspitz são conhecidos como keeshonds e o Spitz anão como Pomerânia.

O nome Pomerânia deriva de uma pequena região agora compartilhada entre a Alemanha oriental e a Polônia ocidental. A raça veio originalmente de lá, presumivelmente derivado de um Spitz. A Rainha Charlotte (a esposa do Rei George III) importou um casal da Inglaterra em 1767. Ela deu nome a eles de Phoebe e Mercúrio. Ela gostou tanto da raça que mandou pintar vários quadros e, essas pinturas podem ser vistas em vários locais em Londres. Nestas pinturas está claro que o pômerania era substancialmente maior que a variedade moderna - pesando talvez 12 quilos comparados ao dia moderno 2.5 quilos em média.

O envolvimento de Rainha Victoria foi de grande importância para o desenvolvimento da raça. Embora ela fosse neta de Charlotte, ela parece não ter se encontrado com os caes até 1888 quando viajava pela Itália. Ela parece ter obtido vários cães em Florença, e desenvolveu uma afinidade particular com a raça. Seu cãozinho favorito, o Turi estava ao seu lado quando morreu. O interesse da Rainha Victoria teve um impacto na evolução em cães menores - o Pomerânia dela pesavam aproximadamente 6 quilos.

Com a popularidade da Rainha Vitória o público aumentou o interesse pela raça e, com isso o interesse pelo pomerânia cresceu. O Kennel Clube reconheceu a raça em 1870 mas até 1900 havia relativamente poucos exemplares competindo nas exposições.

O primeiro Pomerânia registrado pelo Kennel Clube americano (AKC) foi Dick em 1888.

Seu nome em diferentes regiões:

Lulu é apelido da raça na França e no Brasil .

Pomerânia é o nome que americanos e canadenses usam e que em seus padrões deve ter de 1,3 a 3,1 quilos. Como a nossa criação se baseava na americana até 1986, muitos estão mais familiarizados com tal nome.

Spitz Alemão é o nome da raça no País de origem, a Alemanha, e adotado pela Federação Cinológica Internacional, que rege mais de 70 países, inclusive a maior parte da criação brasileira.

 

PADRÃO DA RAÇA: Bruno Tausz

SPITZ ALEMÃO,  
INCLUSIVE O 
KEESHOND E POMERÂNIA
(Deutscher Spitz, inklusive Keeshond und Pomeranian)

Padrão FCI nº 097 / 05-03-1998 / P.
Origem: ;
Nome de origem: Deutscher Spitz (Wolfspitz, Grosspitz, Mittelspitz, Kleinspitz, Zwergspitz);
Utilização: companhia.


Classificação FCI - - grupo 5 - Cães Spitz e Tipo Primitivo; 
- Seção 4. - Spitz Europeus;

 

ASPECTO GERAL - o que seduz nos Spitz é a sua beleza de suas pelagens mantidas eretas pela abundância do subpêlo. Particularmente impressionante é a exuberante juba em torno do pescoço e a frondosa cauda emplumada portada, de maneira soberba, deitada sobre o dorso. A cabeça de raposa de olhos aguçados e inteligentes e as orelhas pequenas, pontudas e de inserção conferem ao spitz alemão aquele ar característico impertinente.
- -
PROPORÇÕES - a proporção entre a altura na cernelha e o comprimento do tronco: 1: 1.
- -
TALHE - altura na cernelha
a) Wolfspitz / keeshond 49 cm ± 6 cm
b) Spitz gigante 46 cm ± 4 cm
c) Spitz médio 34 cm ± 4 cm
d) Spitz pequeno 26 cm ± 3 cm
e) Spitz anão / pomerânia 20 cm ± 2 cm
Cães abaixo 18 cm indesejável.
- - comprimento: (padrão não comenta).
- peso: cada variedade do spitz alemão deve ter um peso correspondente ao seu tamanho.
- -
TEMPERAMENTO - o spitz alemão é sempre alerta, esperto e excepcionalmente devotado a seu amo. De fácil condução é fácil de treinar. Sua desconfiança para com estranhos e a ausência do interesse para a caça o tornam ideal como cão vigia, para o lar e fazenda.
Não é tímido sequer agressivo. Seus mais importantes atributos são a resistência à mudanças climáticas, a robustez e a longevidade.
- -
PELE -  de revestimento ajustado ao corpo sem qualquer ruga.
- -
PELAGEM - dupla. Longa reta, eriçada com subpêlos curtos retos e algodoados. Nas faces, orelhas, face anterior dos membros e nas patas, o pêlo é curto e fechado; no restante do corpo é longo e opulento. No pescoço e nos ombros onde o pêlo arma-se bem rígido e perpendicular ao corpo ficando bem arejado. Não é ondulado, cacheado ou agrupado em tufos. Não se reparte na linha de dorso, mas se estende, bem arejado, em todos os sentidos, atingindo seu comprimento máximo na linha inferior do pescoço e da cauda. A face posterior dos membros é guarnecida de fartas franjas descendo e diminuindo gradativamente de comprimento. Nos anteriores a franja se estende do cotovelo ao metacarpo; nos posteriores o culote desce somente até o jarrete. A cauda é frondosamente emplumada.
- -
COR - a) Wolfspitz / keeshond: cinza sombreado.
- b) Spitz gigante: preto, marrom e branco.
- c) Spitz médio: preto, marrom e branco, laranja, cinza sombreado, outras cores.
- d) Spitz pequeno: preto, marrom e branco, laranja, cinza sombreado, outras cores.
- e) Spitz anão / pomerânia: preto, marrom e branco, laranja, cinza sombreado, outras cores.
Spitz preto: a pele e o subpêlo devem ser pretos e a pelagem é negra brilhante sem vestígios de branco ou de qualquer outra marcação.
Spitz branco: pelagem toda em branco puro, sem nuances, particularmente amarelas que freqüentemente aparecem nas orelhas.
Spitz marrom: pelagem de cor marrom escuro toda uniforme.
Spitz laranja: unicolor, uniforme, sem apresentar tonalidades intermediárias.
Spitz sombreado de cinza / keeshond: o sombreado cinza é um cinza prateado com as pontas dos pêlos pretas. Focinho e orelhas pretas, olhos arredondados e bem definidos revelados por delicadas pinceladas de linhas pretas partindo do canto externo dos olhos para o ângulo mais baixo da orelha, arrematado com marcas bem definidas e sombreadas formando uma sobrancelha; juba dos ombros mais clara; anteriores e posteriores sem qualquer marca preta sob os cotovelos ou joelhos, exceto por pinceladas pretas nos dígitos; ponta da cauda preta; face ventral da cauda e culotes em cinza prateado pálido.
Spitz de outras cores: o termo outras cores inclui todos os tons de cores como creme, sable claro, sable alaranjado, preto e castanho e particolor (com branco sempre como cor principal). Manchas pretas, marrom, cinza ou laranja devem ser distribuídas pelo corpo inteiro.
- -
CABEÇA - de tamanho médio. Vista de cima, a largura máxima da região posterior reduz-se progressivamente até a ponta do nariz conferindo o aspecto cuneiforme.
Crânio
Stop - de moderado para marcado, jamais abrupto.
Focinho - não muito longo, agradavelmente proporcionado ao crânio. (No Wolfspitz / Keeshond, spitz médio e gigante a proporção entre o comprimento do focinho e o do crânio é, aproximadamente 2:3, no spitz anão e no spitz toy, aproximadamente, 2:4.).
Trufa - pequena, arredondada e de cor preto puro, marrom escuro no spitz marrom.
Lábios - sem excessos, bem ajustados aos maxilares tocam-se sem encobrir-se e sem fazer qualquer vinco na comissura. O contorno dos lábios e das pálpebras são completamente pretos em todas as cores dos Spitzs e marrons nos exemplares marrons. Bochechas suavemente arredondadas sem ser proeminentes.
Mordedura - maxilares moderadamente desenvolvidos, revelando uma mordedura em tesoura com os 42 dentes obedecendo a fórmula dentária canina, isto é, dentes superiores ultrapassando ajustados os inferiores e ortogonalmente inseridos. A mordedura em torquês é permitida em todas as variedades.
Olhos - tamanho médio, alongados, levemente oblíquos e escuros. A rima dos olhos é preta em todas as cores e marrom escuro nos cães marrons.
Orelhas - pequenas, triangulares, pontudas, inserção alta, o mais próximo possível, sempre bem rígidas e empinadas para cima.
- -
PESCOÇO -  de comprimento médio, inserção larga nos ombros, ligeiramente arqueado, sem barbelas, e revestido por uma juba espessa, profusa e farta.
- -
TRONCO
Linha superior - começa na ponta das orelhas portadas eretas e ligando-se numa suave curva com o dorso curto e reto. A frondosa cauda emplumada, que cobre parcialmente o dorso, arredonda a silhueta.
Cernelha - a cernelha alta descende imperceptivelmente para o dorso.
Dorso - reto, firme e o mais curto possível. 
Peito - profundo bem arqueado, com antepeito bem desenvolvido.
Costelas (padrão não comenta).
Ventre (padrão não comenta).
Lombo - de acoplamento curto com o dorso, é largo e robusto.
Linha inferior - o esterno alcança o mais baixo possível; o ventre e apenas levemente esgalgado.
Garupa - larga e curta, sem ser caída.
- -
MEMBROS
Anteriores - retos, mais para frente larga.
Ombros - a escápula é longa e bem angulada. O antebraço é aproximadamente do mesmo comprimento, forma um ângulo de 90° com a escápula. Bem musculado e firmemente articulado através de músculos com o tórax.
Braços (padrão não comenta).
Cotovelos - articulação forte, trabalhando rente ao tórax e corretamente direcionado para a frente.
Antebraços - de comprimento médio relativamente ao tronco, robusto e inteiramente reto. O contorno do antebraço é bem franjado.
Carpos (padrão não comenta).
Metacarpos - robustos, de comprimento médio faz um ângulo de 20° com a vertical.
Patas - o menor possível, redondas e compactas, assim chamada pés-de-gato, com dígitos bem arqueados. As unhas e almofadas plantares são pretas em todas as cores, mas marrom escuro nos cães marrons.
- -
Posteriores - bem musculados e abundantemente franjados até os jarretes. Os membros posteriores são retos e paralelos.
Coxas - aproximadamente do mesmo comprimento da perna.
Joelhos - de articulação forte com angulação apenas moderada, movimentando-se corretamente direcionadas para a frente.
Pernas - aproximadamente do mesmo comprimento da coxa. 
Metatarsos - (padrão não comenta).
Jarretes - de comprimento médio, muito forte e perpendicular ao solo. 
Patas - o mais pequenas possível, bem compactos com dedos bem arqueados, assim chamados pés-de-gato. Almofadas plantares bem grossas. A cor das unhas e almofadas é o mais escura possível.
- -
Cauda - de comprimento médio e inserção alta. Lança se para cima e enrola-se para encobrir o dorso, reta desde a raiz. Deitada para a frente sobre o dorso, é frondosamente emplumada. Uma curva dupla na ponta da cauda é tolerada. 
- -
Movimentação - fluente, em linha reta com boa e poderosa propulsão. 
- -
Faltas - avaliadas conforme a gravidade.
- -
Faltas graves - · Faltas na estrutura.
· Cabeça muito plana, evidente cabeça de maçã.
· Trufa cor-de-rosa, rima palpebral ou labial despigmentada.
· No wolfspitz / keeshond, spitz gigante e spitz médio, faltas de dente.
· Faltas na movimentação.
· Nos spitz sombreados de cinza, falta das marcas características nas faces.
- -
DESQUALIFICAÇÕES - as gerais e mais:
· Moleira aberta.
· Prognatismo superior ou inferior.
· Ectrópio ou entrópio
· Orelhas semi eretas.
· Manchas brancas definidas em cães não brancos.
- -
NOTA: os machos devem apresentar dois testículos de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.

Lúcia Helena Salvetti De Cicco
Diretora de Conteúdo e Editora Chefe

Versão para imprimir


 



Copyright®1997/2014 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança



Anuncio160x240


Saúde Vida On line