Entre para a família Saúde Animal.


ALCON

Google
 

Cavalo
Doenças e Afecções - Tétano

O Tétano é uma toxi-infecção aguda, que atinge o homem e animais domésticos, causada pela toxina do clostribium tetani ou Bacilo de Nicolaier, e que se caracteriza pelo aparecimento de espasmos musculares tônicos e hiperexcitabilidade reflexa.

Os equinos são particularmente suscetíveis, mas a ocorrência é realtivamente rara. A infecção se dá geralmente através de feridas acidentais ou cirúrgicas, em contato com o esterco e com a terra, principalmente se esta tiver sido estercada. Os potros recém-nascidos estão sujeitos à infecção umbilical.

Este bacilo forma esporos com capacidade de persistência no solo durante anos. Resistente à fervura de 100ºC por 60 min. Os esporos do bacilo tetânico são freqüentes nas fezes de animais, principalmente de eqüinos, e em cerca de 40% das amostras de solos.

A transmissão se dá nos solos cultivados, currais e estábulos que, são as mais comuns fontes de infecção e as portas de entrada do bacilo são as feridas profundas não-arejadas, onde os esporos podem permanecer latentes por algum tempo nestes tecidos, somente produzindo a enfermidade em condições favoráveis de proliferação.

Nos eqüinos o acesso da infecção se dá com maior freqüência em lesões nos cascos (pregos etc.), cordão umbilical, aparelho genital etc.

Nos bovinos pode-se instalar através de feridas resultantes de colocação de argola no focinho; da amputação dos chifres; da castração e de traumatismo da parição.

Depois que penetram no organismo, as bactérias e seus esporos elaboram duas potentes toxinas ou venenos, que entram na corrente sangüínea e vão agir nos grandes centros nervosos e também produzir espasmos tônico-clônicos.

SINTOMAS - O período de incubação varia normalmente de uma a três semanas, porém, às vezes, dura até quatro meses. É mais curto nos animais novos. Os principais sintomas são:

  • mastigação fraca e degliutição lenta e difícil;
  • rigidez muscular;
  • protusão da membrana nicititante;
  • ereção da orelha;
  • ventre recolhido;
  • pescoço estendido para a frente e a cabeça mais ou menos fixa;
  • patas abertas e tesas, lembrando um cavalete;
  • narinas dilatadas;
  • movimentos cada vez mais lentos até a imobilização total;
  • espasmos generalizados;
  • tremores musculares, quando o animal é excitado.

    A morte vem através do esgotamento, paralisia dos órgãos internos ou pneumonia. Algumas vezes, no curso do tétano, pode haver remissões dos sintomas gerais, o que dá uma falsa impressão de melhora do animal.

    PROFILAXIA - O tétano pode ser evitado:

  • vacinando o animal anualmente.
  • usando soro anti-tetânico antes das itervenções cirurgicas ou depois de ferimentos que possam facilitar a infecção;
  • evitando o contato das feridas profundas com terra ou qualquer sujeira;
  • cuidando da assepsia do instrumento cirúrgico e da antissepisia das feridas;
  • desinfetar, tão cedo quanto possível, feridas recentes dos eqüinos;
  • eliminando os objetos pontiagudos que possam causar ferimentos acidentais.

    TRATAMENTO - O tratamento é difícil e problemático, devendo-se chamar um veterinário que poderá usar vários recursos em animais de valor, entre eles:

  • limpar as feridas, lavá-las com água oxigenada e aplicar anti-séptico adequado;
  • aplicação de Soro Anti-tetânico em doses maciças, acima de 100 000 unidades, por via endovenosa e repiti-las quando necessário;
  • dar alimentação líquida, de fácil deglutição;
  • conservar o doente em local abrigado e sosegado, se possível isolado e escuro;
  • quando o animal não puder permanecer de pé, suspendê-lo com uma faixa e colocar a água e os alimentos à altura da boca.

    Lúcia Helena Salvetti De Cicco
    Diretora de Conteúdo e ditora Chefe

     

    BIBLIOGRAFIA:

    Millen, Eduardo - Guia do Técnico Agropecuário "Veterinária e Zootecnia"

    Instituto Campineiro de Ensino Agrícola, 1984

    Edwarads, Elwyn Hartley - Horse

    A Dorling-Kindersley Book - 1993

    Santos, Ricardo de Figueiredo - Eqüideocultura

    J. M. Varela Editores, 1981

    Torres, A. Di Paravicini e Jardim, Walter R. - Criação de Cavalos e outros eqüinos

    Nobel, 1987

Versão para imprimir

 

CONDIÇÕES DE USO DE IMAGENS E TEXTOS


Copyright®1997/2011 - Comercial De Cicco. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98. Política de Privacidade e Segurança


Anuncio160x240


Saúde Vida On line